« Home | O regresso do filho de Estaline » | A comissária » | 4 Anos 1000 posts » | Ensinem a esse senhor um mínimo de sentido de Esta... » | Chega » | Ouve esta » | Um dos mais prolixos bloggers do 5 Dias, Carlos Vi... » | Mudança acelerada » | Só sábios eramos muitos » | O Vento, a Água e o Sol » 

quinta-feira, novembro 19, 2009 

Onde pára o Wally?

N'O Portugal dos Pequeninos (great minds ... together)

Olá Rui!

Toma lá um excerto de "One Small Step? The Great Moon Hoax and The Race to Dominate Earth From Space" de Gerhard Wisnewski:

"So while the United States of America was murdering thousands of Vietnamese people, burning down one hectare after another of virgin forest and poisoning the land with pesticides, it was at the same time trying to fascinate - or should one say hypnotize? - the world with a conquest of quite another kind. Space was to be conquered by nice white Americans who lived in neat houses with pretty wives with whom they brought up well-behaved kids. The message: Conquest does not have to be a sin!"

So long, Rui, so long...

Dá-lhe este link:

http://arabwomanblues.blogspot.com/

Tive a ler uma parte deste livro que fala das cinturas de radiação "Van Allen". Isto é interessante. O problema é que aqui o Ruizito não liga a estas coisas. Ao que parece, está mais entretido com o Portugal dos Pequeninos... É uma pena.

as cinturas ou barreiras de radeação existem.
nenhum astronauta poderia ter passado por essas barreiras entre 1969-1972.
o que só prova que este foi um esquema montado pela administração Nixon, de modo a manter a população americana iludida ou hipnotizada, enquanto milhares eram mortos no conflito do Vietname.
existem outros erros fotograficos, mas as barreiras de radeação são motivo suficiente para duvidar de todas as possíveis e declaradas missões à Lua.

É a primeira vez, neste blog, que estou a gostar de um debate que nada tem a ver com o tema do "post".
De facto, não sabia desta situação da ida do homem à Lua.
Tenho de me informar melhor.
Estamos sempre a aprender.

Enviar um comentário