« Home | Para onde? » | Madeira exótica » | une arrière-salle de salon de thé » | Dizer que a situação é confusa e instável na Líbia... » | Esturro » | Comentários 2 » | Comentários 1 » | Debate sobre a débacle » | Nobel » | O fascismo e Kadhaffi - um texto do Vias de Facto » 

sábado, setembro 24, 2011 

Busto de Napoleão

Nunca é bonito ver alguém ser crucificado, e é sempre agradável ver alguém sair galhardamente em sua defesa.
Assim fez o pundonoroso Morais Sarmento no Expresso de hoje, ao alertar para a injustiça (a injustiça e até o perigo, a imoralidade) de se lynchar ... Alberto João Jardim.
Sarmento considera e bem, que o PSD deveria assumir as suas responsabilidades no problema madeirense, embora sabiamente se abstenha de referir as formas de que se deveria revestir essa assunção de responsabilidades.... (para quê linchar o PSD?).
Para Morais Sarmento, no entanto, Jardim mereceria, quando muito, a "pena suspensa", neste caso.
Parafraseando Cesariny, quem mereceria mesmo a Pena Capital (e aqui duvido que ele esteja a usar uma liberdade poética...), seria outro...
Quem?
Mas será assim tão difícil adivinhar?
Quem tem a culpa de todos os problemas do País, e por consequência, da dívida da Madeira, quem merece a Pena Capital - eventualmente por linchamento?
É o... Sócrates, pois claro. Para esse, que não haja contemplações, linchem-no e tudo ficará mais tranquilo.